Brasão e Símbolos

Brasão do CBMES

Constituição

  1. Escudo Português terçado em banda de blau, prata e goles representando as cores da bandeira do Estado do Espírito Santo, devendo ter sempre suas medidas na proporção heráldica de 8 x 7;
  2. "Em destro do chefe" de fundo blau a figura do Convento de Nossa Senhora da Penha, simbolizando: o marco da colonização do solo Espírito Santense;
  3. "Em contrabanda" de fundo prata o nome da Corporação em rubro: "Corpo de Bombeiros";
  4. "Em ponta de escudo" o primeiro comandante da Secção de Bombeiros, 2º Tenente Mário Francisco de Brito, representado pelo laço húngaro e o galão de 2º Tenente, circundado de vinte e sete estrelas, em ouro, simbolizando o primeiro efetivo de Bombeiros no estado;
  5. Dois machados cruzados, com cabos rubros, como símbolo da atividade de salvamento, enlaçados pela mangueira, em esmalte prata, sotoposta ao escudo, que simboliza a atuação no combate a incêndios, contendo as datas 1921 (criação do Corpo de Bombeiros) e 1997 (emancipação do Corpo de Bombeiros Militar, que integrava a Polícia Militar); no centro as palavras Espírito Santo, com caracteres em sable;
  6. A águia bicada, em prata, com as asas abertas como símbolo de conquista, domínio, glória e expansão;
  7. O archote anteposto à águia, encimando o conjunto, com flama de goles e ouro, simbolizando o ardor patriótico e fulgor das chamas.

Distintivo do CBMES

    2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard